Afonso Dolabella

AfonsoDolabella

NOME: Afonso Dolabella
IDADE: 35
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Rio de Janeiro (RJ)
FORMAÇÃO: Diretor de Arte, Publicitário e Designer
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Cervejeiro da Chope Clássico, sommelier de cervejas pela Doemens/Senac e cervejeiro caseiro da RockBird Brewnest
BLOG/SITE: Não possui
TWITTER: Não possui
FACEBOOK: https://www.facebook.com/afonso.dolabella
INSTAGRAM: http://instagram.com/rockbirdie

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Casa de Pedra, uma Strong Scotch Ale produzida pelo Sérgio Buzzi da Penedon. Tive o prazer de experimentá-la em diversas oportunidades e essa cerveja sempre me surpreende.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Fico com a Way Die Fizzy Yellow. Ela tem sido a minha principal escolha quando o quesito é lupulagem. Gosto dela porque tem final mais seco que a maioria das IPAs, leveza e equilíbrio entre dulçor residual de malte e amargor, com boas doses de cítricos no aroma.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Fraga Weiss, que sempre está bem fresca nas torneiras dos bares do Rio de Janeiro e melhor ainda quando tenho a oportunidade de beber direto da fonte junto com o mestre Sérgio Fraga.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Aqui tenho duas preferidas, que foram as cervejas que mais me impressionaram no Festival Brasileiro da Cerveja de 2014. A Franconian Rhapsody da Cervejaria Bamberg, uma Helles Rauch e a American Lager Citra da Dama Bier, ambas bebidas direto da torneira, são obras-primas líquidas.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Imperial Biscotti Break da Evil Twin, uma porrada alcoólica e sensorial.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Ayinger Jahrhundert-Bier, uma bela Dortmunder Export cheia de harmonia e perfeita para aguçar a curiosidade de quem sempre bebeu as cervejas mainstreams e está se iniciando nas cervejas com personalidade.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Com certeza as cervejas ácidas foram as minhas escolhas para preencher o copo. E felizmente as cervejarias brasileiras já estão ligadas nesse segmento, produzindo bons exemplares por aqui.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Bierland Vienna, uma cerveja bastante premiada. Sua constância na qualidade me impressiona, já que nunca degustei uma amostra que estivesse fora da proposta da cerveja.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Meia-Noite, da Júpiter! É aquele tipo de cerveja que cresce muito quando servida bem fresca, on tap. Todas as suas notas de aroma e paladar ganham uma vivacidade incrível.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
No melhor lugar para se comer e beber do Rio de Janeiro: Herr Pfeffer, filial da tradicional Adega do Pimenta. Possui uma carta de cervejas impecável, torneiras de chope sempre com novidades e pratos pra lá de bem feitos. É uma casa que tem uma identidade cervejeira forte e, em seu pequeno espaço, consegue selecionar muito bem o que temos de melhor das cervejas disponíveis no mercado.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Sem pestanejar: Botto Bar! Sempre com ótima variedade de estilos, todas as torneiras sempre bem cuidadas em todos os quesitos – limpeza, temperatura de serviço e qualidade da cerveja.

9) Melhor cerveja caseira
Uma Blonde Ale produzida pelo Fernando Henrique Cherem, da Acerva Mineira. Ela ficou em 4º lugar no Concurso Mestre Cervejeiro da Eisenbahn. Uma cerveja bem equilibrada, com ésteres na medida no aroma e diálogo assertivo entre malte, lúpulo e fermento no paladar.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Sour Bikini, da Evil Twin. Uma Sour de 3.5%, ácida na medida e equilibrada. Beberia quantidades absurdas dessa cerveja em qualquer época do ano.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Nacional meu voto vai para o Henrik Boden, do Daniel “Bode”, e gringo para os blogs Shut Up About Barclay Perkins e The Mad Fermentationist, este último que rendeu um belo livro sobre as American Sour Beers – tem sido meu livro de cabeceira durante este mês.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
A Cervejaria Stannis, de Jaraguá do Sul (SC) tem o meu voto. Um belíssimo trabalho que, além de tudo, faz a garrafa se destacar em qualquer geladeira. O cuidado com o design, suas formas e a tipografia dos rótulos são para deixar qualquer designer babando.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
As harmonizações que sempre me fascinam são ostras com Gueuze e torta alemã com Imperial Stout. A singularidade de cada elemento e seu resultado harmônico geralmente são fora da curva para os nossos sentidos.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC). É o evento que marca o calendário cervejeiro brasileiro e vem se mostrando um direcionador de tendências para o ano das cervejarias e do mercado.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
As receitas do André Junqueira, sempre trazendo inovações; ele tem se mostrando na vanguarda da criatividade cervejeira. Somente este ano a Morada colocou no mercado receitas pra lá de ousadas, sempre elevando o nível das cervejas que temos por aqui. A Hop Arábica e a Double Vienna Brut mostram que existe um universo infindável para se explorar e que a junção de elementos incomuns para a cerveja tem tudo para dar certo.

16) Melhor fato cervejeiro
A criação dos fornecedores de leveduras nacionais. Dr. Yeast e Bio4, deu um grande passo para cessar a nossa dependência por cepas importadas e para começarmos a produzir a partir de leveduras mais frescas e, consequentemente, com melhor viabilidade. A cerveja só tem a agradecer por essa iniciativa.

17) Pior fato cervejeiro
A não inclusão das microcervejarias no Simples Nacional e as mega doações das cervejarias macro para financiamento político. Assim, a balança nunca penderá para o lado do pequeno produtor.

18) Previsão cervejeira para 2015
Maior expansão do segmento, no quesito produção fabril; abertura de fábricas, chegada de novos rótulos no cenário e, principalmente, qualidade técnica maior de quem está no mercado.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Personalidade, personalidade e personalidade. Cerveja artesanal é uma bebida desenvolvida sob a perspectiva de criar algo extremamente saboroso para os olhos, nariz e boca de quem irá degustá-la. Uma cerveja que é desenhada e cuidadosamente elaborada para ser cheia de sabor, distante do que o mainstream proporciona para o grande público. O foco é o produto, a experiência. Produzir cerveja artesanal envolve criar e executar um produto que tem o compromisso em ser uma bebida cheia de personalidade, como falei acima: com aromas e sabores que traduzam a vontade do cervejeiro em compartilhar uma experiência de multiplicidade sensorial com todos os outros amantes de uma boa cerveja.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Marcelo Carneiro, que assumiu a frente da coesão do movimento cervejeiro artesanal. Fundou a Abracerva, pregando a unificação do setor e já conseguiu bons resultados no campo fiscal. Que venha 2015 de muito trabalho e melhorias.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Por ser formado em comunicação e cervejeiro, irei me basear na teoria de Chirs Andersen – The Long Tail, e colocar um ponto para a reflexão das cervejas artesanais: elas não necessitam ser um hit, um fenômeno de mercado e ser distribuída mundialmente. O foco está no nicho de mercado que deseja sabor, personalidade, diversão e principalmente frescor. Ser mais um produto ali etiquetado, em uma gôndola de supermercado e ser tratado como mais um produto qualquer, talvez, não seja o ideal para o nosso produto. Pensar grande se faz necessário, mas atuar localmente, ser mais desejado e ter o melhor produto da sua comunidade, ser sólido nos pequenos segmentos é o foco. A estratégia não é falar com todos, mas sim falar com cada um que se identifique com a sua proposta.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Eu espero que sim, em um futuro próximo! Ainda não existe espaço para salários confortáveis no cenário artesanal.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s