Thiago Scalone

ThiagoScalone

NOME: Thiago Scalone
IDADE: 25
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Franca/SP
FORMAÇÃO: Engenheiro de Software/Podcaster e cervejeiro caseiro.
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Co-fundador/apresentador do Uzmenino.com, blog e podcast sobre
cerveja.
BLOG/SITE: http://uzmenino.com
TWITTER: @scalone – https://www.twitter.com/scalone
FACEBOOK: https://www.facebook.com/tscalone
INSTAGRAM: https://instagram.com/uzmenino

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Colorado Ithaca Oak Aged. Há muito que é umas das minhas cervejas favoritas, assim como a DUM Petroleum.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Seasons Holy Cow. Porém estou apaixonado pela Polimango da Tupiniquim.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Bamberg Weizen.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Bamberg Rauchbier.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Harviestoun Ola Dubh 18.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Eggenberg Samichlaus. Momento feliz no ano é aquele que posso encontrar a Samichlaus.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Ainda continuo bebendo mais IPA, principalmente com amigos.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
DUM Petroleum, uma experiência fantástica por um preço acessível.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Estrangeiro, Harviestoun Ola Dubh 18. Nacional, Invicta/Sixpoint 6 o’clock IPA.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Tenho que falar de dois lugares nesse momento e pelo menos mencionar alguns. A Invicta é o lugar para encontrar tanques, conhecimento e muita cultura, não consigo ver a chaminé da fabrica da minha casa, porém é a cervejaria mais próxima. Em segundo e não menos importante, o Sr. Lúpulo, um pequeno lugar que respira cultura cervejeira, onde posso encontrar meus amigos e, graças à proposta do lugar, aprender mais, todo dia. Como todos devem ter feito, vale apenas citar o EAP (Empório Alto dos Pinheiros) em São Paulo e Vila Dionísio, em Ribeirão Preto.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Sr. Lúpulo, com toda a certeza.

9) Melhor cerveja caseira
Rye Indian Black Redcor do amigo David.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Talvez Firestone Walker, porém gostaria de ver mais frequentemente rótulos italianos, sei que uma parte dele está disponível a venda para os bares/pub’s e etc, mas o preço está muito salgado em geral.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Uzmenino.com. Acredito no que fazemos 🙂

 12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Júpiter Vienna Lager.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Esse ano fui muito na combinação de Flanders Red Ales com queijos e presuntos curados e/ou defumados.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC). Um festival rodeado de cultura.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
Way Sour Me Not Acerola.

16) Melhor fato cervejeiro
Difícil levantar apenas um: Kirin/Eisenbahn foi confirmada como cervejaria oficial da Oktoberfest, acredito ser um grande passo para evangelização; Procerva e SIPOV (PR) reúnem fiscais do Ministério da Agricultura (Mapa) para uma aula/degustação sobre cerveja artesanal; nova tributação para cerveja, mas talvez seja cedo para dizer.

17) Pior fato cervejeiro
Microcervejarias fora do Simples Nacional. A não entrada das microcervejarias no Simples não foi de todo um mal, é apenas o começo da estrada, o começo da representação e do espaço a ser ocupado.

18) Previsão cervejeira para 2015?
Colocando a bola de cristal para funcionar eu poderia dizer que teremos um ano de vendas em queda pela questão econômica do próprio País. É complicado fazer previsões, mas existe uma evangelização diária do consumo de cerveja e muito espaço para trabalhar que pode mudar tudo. Pessoalmente gostaria de ver mais cervejarias como a Tupiniquim, com receitas fantásticas que realmente me impressionaram esse ano.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Muito complicado. Posso falar, na minha opinião, o que não é. Não é sinônimo de qualidade; o mestre-cervejeiro não é um artesão; uma cervejaria artesanal não pode ser definida como tal pela sua capacidade produtiva.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Marcelo Carneiro da Rocha e Associação Brasileira de Cerveja Artesanal (Abracerva).

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
No mundo do TI as coisas são dinâmicas, ideias nascem de maneira muito fácil – afinal é um
mundo virtual com menos burocracia ou leis. Gostaria de ver alguns valores de start-ups do mundo da TI aplicados em empresas que vivem no mercado cervejeiro, às vezes, pulando algumas fases, focando no que é importante e fazendo acontecer.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Não posso dizer, não trabalho apenas com cerveja.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s