David Figueira

DavidFigueira

NOME:  David Figueira
IDADE: 34
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Campinas (SP)
FORMAÇÃO: Doutor em Física de semicondutores
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Cervejeiro caseiro, ex-presidente da Acerva Paulista, co-fundador da confraria Lamas Bier, sócio-fundador da loja de insumos cervejeiros Lamas Brew Shop e sócio da Bamberg Express de Campinas
BLOG/SITE: www.lamasbrewshop.com.br
TWITTER: @lamasbier
FACEBOOK: www.facebook.com/lamasbrewshop
INSTAGRAM:  @davidfigueira

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
A Session IPA da Cervejaria Landel me surpreendeu e, para mim, conquistou seu lugar ao sol.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Não votou.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Não sou fã de cervejas de trigo.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Maibaum, A sazonal da cervejaria Bamberg, Infelizmente só produzida pelos arredores de maio de cada ano.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Brewdog Punk IPA. Apesar da distância, chega por aqui com um aroma muito bom. Uma excelente IPA, muito diferente da maioria das locais, que têm aquele amargor ruim no fim da língua.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Brooklyn Lager. Das gringas, é a que chega a um bom custo aqui e super gostosa de tomar.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Sou cervejeiro caseiro, diversidade faz parte do nosso DNA. É difícil falar qual seria o estilo mais tomado. Mas algo me diz que a maioria da enquete vai votar em IPA.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Qualquer cerveja que seja produzida próxima de você. Sempre terão bons preços e boa qualidade. Citar uma aqui seria injusto com outras boas cervejas que existem em regiões mais distantes da minha e que, devido a essa loucura tributária, chegam aqui caras. No meu caso, o melhor custo x beneficio para chope é da Cervejaria Bamberg, devido à facilidade que temos, aqui na região, de acesso a este excelente produto artesanal.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
O Calibre, uma genuína German Pilsner que a Bamberg fez para os Paralamas do Sucesso.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Bar: Cerveja anda de mão dada com boa comida e clima descontraído,  coisas que encontramos em bons botecos. Nesse ponto o Aconchego Carioca é imbatível – nesse caso, me refiro à unidade de São Paulo, que é a que frequento. Brewpub: Cervejaria Nacional…sempre.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Isso é pergunta do manual do chope da Brahma, Bob!  Mas se considerar uma casa que tem o cuidado de tirar um chope sempre com o mesmo colarinho, com creme “fechado etc etc…”, mas fazendo isso com chopes artesanais, essa casa é o Almanaque Café em Campinas.

9) Melhor cerveja caseira
Conheço um cervejeiro caseiro que faz cervejas impecáveis, sempre bem executadas. Seu nome é Eduardo Miquelino, médico de Campinas que abraçou o hobby como ninguém. Sua ultima cria foi uma Rauchbier, sensacional. Decorem esse nome, vocês vão ouvir falar muito dele.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
As cervejas das alemã Kundmüller. Essa, infelizmente, nunca virá para cá, pois o orgulho deles é ser cervejaria regional, e batem no peito para dizer que seus milhões de litros anuais são todos consumidos num raio bem curto da fábrica, que fica num vilarejo perto da cidade de Bamberg.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Auto-jabá, mas se você quer aprender a fazer cerveja, ainda acho o nosso muito bacana www.lamasbrewshop.com.br

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Os rótulos de caseiros são super inventivos e divertidos, difícil escolher um só. Já nas cervejas comerciais vemos que também estão ficando bem mais divertidos e bacanas e aqui destaco o artista André Clemente em três trabalhos que fez para a Bamberg: o da Bambergerator, que tem um bodão muito estiloso tomando cerveja; a Franconian Rhapsody, com um alemão punk muito invocado, e a ruiva peituda da Die Wiesn.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Qualquer cerveja, com bons amigos e um churrasco. Se a cerveja for uma das nossas, da Lamas Bier (que não é comercializada), melhor ainda.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Nacional da Cerveja em Blumenau (SC). É um evento que fica de igual para igual com qualquer grande encontro cervejeiro do mundo. É honesto com os expositores (algo raro) e acessível para os consumidores.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
A Bohemia voltando a produzir rótulos diferentes. Isso dará um ganho muito grande para todo o movimento cervejeiro brasileiro. Trará muitos novos consumidores.

16) Melhor fato cervejeiro e 17) Pior fato cervejeiro
Gostaria de juntar o pior e o melhor no mesmo prato. Aparentemente o pior fato seria a derrota no Congresso da proposta pela inclusão das cervejarias no Super Simples. Porém, essa derrota serviu para nos mostrar que temos muito mais apoio político do que pensávamos. Fomos derrotados, mas houve uma sensação de vitória, com a expressiva votação pelo Sim. Meses depois, vemos a Fazenda revendo o cálculo de tributos federais para cervejarias de pequeno e médio porte, tornando a metodologia que cobrança mais clara. Ou seja, hoje Brasília sabe que existimos. Agora é fazermos nossa parte. E torcer para que a Abracerva faça um bom trabalho nesse sentido.

18) Previsão cervejeira para 2015

Com a entrada da Bohemia no mercado, acho que teremos um ano bem agitado e talvez ela até alavanque os números que não cresceram no mesmo ritmo de outros anos.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Do ponto de vista romântico, é uma cerveja feita por uma pessoa e não pelo mercado. Cerveja onde se usa ingrediente de primeira qualidade. É a cerveja que tem aroma e sabor. Do ponto de vista técnico: na minha opinião, a legislação deveria criar essa categoria onde, para ser considerada artesanal, a cerveja não poderia usar antioxidantes, estabilizante e corantes. Ter o mínimo de cereal maltado de 70%. E produção anual não superior a 3 milhões de litros.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Não temos uma pessoa, mas uma associação delas. E essa associação é a Acerva. As Acervas foram as grandes responsáveis por esse boom cervejeiro e hoje são peças-chave nesse trabalho. A oficialização da Acerva Brasil em 2014 foi um grande feito, iniciado em 2006.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Organização e ética. Somos físicos, formados e treinados para ser organizados e metódicos. E isso é algo que ainda falta em nossas fábricas de cervejas artesanais e se reflete na forma como o produto vai pra mercado, na organização de associações, na forma de lidar com os “concorrentes” .

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Claro, existe muito mercado a ser explorado e é perfeitamente possível viver disso, de forma honesta. Mas prepare-se, pois é muito trabalho. Se você gosta disso é prazeroso. Mas não deixe nunca de fazer um plano de negócio antes de entrar nessa. Muitos morrem por não colocarem no papel as ideias e números. Com um plano de negocio, você terá um raio-x de como  atuar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s