Leonardo Satt

LeonardoSatt

NOME: Leonardo Cordeiro Satt
IDADE: 36
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: São Paulo (SP)
FORMAÇÃO: Engenheiro mecânico
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Cervejeiro caseiro, desenvolvedor da Cervejaria Prima Satt e um dos criadores da Cafuza.
BLOG/SITE: www.cervejassazonais.com.br
TWITTER: não possui
FACEBOOK: www.facebook.com/CervejariaPrimaSatt
INSTAGRAM: http://instagram.com/primasattcervejaria

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
DUM Petroleum.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Schornstein IPA.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Vergonhoso, mas quase não bebi esse estilo esse ano.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Double Vienna Lager, da Morada Cia Etílica.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Sixpoint Resin.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Harviestoun Schiehallion.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
IPAs americanas e derivadas (Imperial IPA, India Black Ale etc)

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Brooklyn Lager.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Júpiter American Pale Ale.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Empório Alto dos Pinheiros.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Brewdog Bar SP. Foi uma Punk IPA.

9) Melhor cerveja caseira
Danada American Amber Ale, da Jota Beer.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Blind Pig IPA, da Russian River.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Beercast. Além de ter muitas matérias interessantes no site, a mídia podcast é de muito fácil acesso e tem trazido muitos novos entusiastas ao nosso mundo da cerveja.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Cerveja Capitu.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Churrasco com cerveja caseira, de preferência sem rótulo ou no postmix. Daquelas que o cara fez, ficou muito boa e nunca mais vai conseguir fazer de novo.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Eventos gastronômicos em geral gratuitos e abertos ao público. É uma ótima oportunidade para trazer novos consumidores ao mercado de cervejas artesanais. Adoro eventos fechados, costumam até serem mais organizados, mas dificilmente levam novos consumidores.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
A Bohemia produzir IPA, Wit, Barley Wine e Blond. É sinal que estamos no caminho certo.

16) Melhor fato cervejeiro
Retirada da pauta tributária das cervejas.

17) Pior fato cervejeiro
Aumento dos impostos das cervejas.

18) Previsão cervejeira para 2015
Muita gente nova chegando, o mercado tem muito a crescer. Hoje, o que vale é a novidade. Todos estão dispostos a provar sabores novos, ingredientes novos, estilos novos. Acredito que em 2015 continuará assim. Talvez em 2 ou 3 anos o mercado se estabeleça, e a qualidade superará a novidade. Aí, só os que fazem um bom trabalho sobreviverão. Mas ainda tem muito chão pela frente, impossível prever o que acontecerá. Não acredito em bolha. Acredito em crescimento não sustentável que terá algum ajuste num patamar superior (bem superior) ao de quando o movimento se iniciou.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Historicamente, artesão é aquele cara que faz tudo. Desde a compra dos insumos, produção e venda. Nos dias de hoje é impossível que uma pessoa apenas faça isso sozinha e seja economicamente viável. Mas a cerveja pode continuar sendo artesanal, desde que o administrador/criador/cervejeiro saiba tudo que acontece no seu processo e continue dando seus pitacos em todas essas fases para que o produto final esteja de acordo com o que ele propõe.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Seria completamente injusto citar uma pessoa apenas. Muitos deram o sangue por esse mercado.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Já tive outros negócios não relacionados à cerveja, e isso me ajudou (e continua ajudando) muito. Pois quando se fala de negócio próprio no Brasil, fazer cerveja é a coisa mais fácil que existe.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
A resposta é sim, pois algumas empresas estão se sustentando. A dúvida é: será que começando pequeno é possível crescer e se sustentar? Desde quando entrei no meio cervejeiro, há pouco mais de 6 anos, vejo muitos amigos, cervejeiros caseiros, entusiastas, abrindo bares, restaurantes, cervejarias ciganas, cursos etc. A grande maioria começou do zero (com um pequeno investimento, talvez) e tem feito um trabalho impressionante. Poderia citar dezenas de exemplos, mas vou citar aqueles de que eu acompanhei o crescimento de perto desde o princípio, são autossustentáveis, e hoje dão show: Empório Capitão Barley, Cervejoteca, Cervejaria Júpiter e Cervejaria Urbana.

Não podemos desistir do Brasil. As dificuldades são enormes e se refletem no preço do produto. Mas temos que trabalhar para melhorar isso. Temos que entender que a concorrência é pequena entre nós. As pessoas não procuram uma determinada marca sempre, as pessoas do nosso meio procuram estilos. E irão beber todas as cervejas possíveis daquele estilo até quererem conhecer algo novo. Tem mercado para todos que fizerem bons trabalhos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s