Bruno Schwinn

BrunoSchwinn

NOME: Bruno Schwinn
IDADE: 26
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Porto Alegre (RS)
FORMAÇÃO: Administrador
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Fundador e CEO da Cervejaria Barco.
BLOG/SITE: http://www.segueobarco.com.br
TWITTER: http://twitter.com/segueobarco
FACEBOOK: http://facebook.com/segueobarco , http://facebook.com/brunoschwinn
INSTAGRAM: http://instagram.com/segueobarco http://instagram.com/brunoschwinn

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Bodebrown Cacau IPA.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Bodebrown Cacau IPA.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Barco Thai.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
DUM Jan Kubis.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Fantôme Saison.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Brooklyn Lager.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
IPA

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Gosto do custo benefício das cervejas da Way nas redes de supermercados. Excelentes cervejas por preços justos.

7) Melhor chope
Brooklyn East India Pale Ale.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Empório Alto de Pinheiros (SP).

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Biermarkt Vom Fass, em Porto Alegre.

9) Melhor cerveja caseira
Uma Brown Ale do Marcelo Silveira, apresentada na último Beermatch da Barco.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Dogfish Head Midas Touch.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Bebendo Bem.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Os novos rótulos da Brewdog. Muito bem elaborados desde o layout em si, até a textura e o tipo de papel. “Craft” até a alma.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Uma boa tabua de frios para harmonizar com diversos tipos de cervejas.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)
Cervejas produzidas com Brett.

16) Melhor fato cervejeiro 
Criação da Abracerva, e o engajamento do mercado como um todo (cervejarias, fornecedores, bares, consumidores, cervejeiros etc) na luta pelo Simples Nacional junto ao Congresso. Isso mostra que o mercado de cervejas artesanais tem força e está se mexendo na busca por melhores condições de trabalho e tributação mais justa.

17) Pior fato cervejeiro
Muita gente se levando a sério demais. Em um mercado tão pequeno e jovem como o nosso, não há margem para perder tempo com mesquinharias e gente arrogante, achando que sabe mais que o outro. Todos estamos aqui para aprender e ouvir. E ainda temos muito o que aprender, caso queiramos ser levados um pouquinho a “sério”.

18) Previsão cervejeira para 2015
2015 será mais um ano de muito trabalho, criatividade e inovação. Um ano de crescimento e maturidade do mercado. Todos já perceberam que o mercado de cervejas artesanais veio pra ficar, e quem tiver uma atitude profissional, séria, criativa, ética, tem tudo para fazer de 2015 um baita ano.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
“A alma em forma de produto, e o produto em forma de alma”. Cerveja artesanal é um mundo de possibilidades. É o quadro em branco do artista plástico, o palco do ator, a claquete do diretor. É a guitarra do Keith Richards e o palanque do J.F.K. Cerveja é amor, amor por um produto que com apenas 4 ingredientes básicos, fermenta uma infinidade de sabores. Um produto que junta todo mundo. Que reúne amigos e fomenta novas ideias. Um produto que te faz viajar e querer sempre mais. Enfim, fazer cerveja é arte, vender cerveja é business.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Dificil escolher uma única pessoa. Quem trabalha com cerveja artesanal sabe o trabalho que dá colocar o negócio de pé e manter a empresa no rumo certo do crescimento. Por isso, não posso escolher uma única pessoa, mas todos aqueles com a alma empreendedora que colocam esse mercado pra funcionar. Todos juntos somos mais fortes. E uma das coisas que mais me orgulho em fazer parte desse mundo, é esse espírito de união e luta para provar que existe um mundo de sabores e aromas que a maioria das pessoas ainda não conhece.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Quem quer entrar nesse mercado, e até alguns que já entraram, precisam começar a pensar em cerveja artesanal como um negócio. Um negócio como qualquer outro. Um negócio que precisa de planejamento, investimento, produção, equipe, marketing, distribuição, bom serviço, etc. Encarar o seu negócio como um projeto de vida, e não como um “hobbie” que pode dar certo. Só porque você faz uma boa cerveja em casa, não quer dizer que vai ter uma boa cervejaria. Precisa trabalhar muito e se dedicar integralmente.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja artesanal no Brasil?
Aqueles que fizerem da cerveja artesanal seu projeto de vida, trabalhando duro, se dedicando muito, buscando o aprendizado constante e respeitando a todos, podem muito bem se sustentar trabalhando somente com cerveja artesanal no Brasil. Não é fácil, não é do dia pra noite, não é produzindo 1000 litros por mês. Precisa ter estrutura, ter marca, ter volume, ter uma boa distribuição. Precisa encarar a cerveja como um negócio e amar cerveja.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s