Robson Grespan

RobsonGrespan

NOME: Robson Grespan
IDADE: 38
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Santo André (São Paulo)
FORMAÇÃO: Sommelier de cervejas e Mestre em Estilos (ICB).
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Gerente de cervejas especiais no Grupo Multifoods
BLOG/SITE: http://www.multifoods.com.br
TWITTER: http://twitter.com/robson.grespan
FACEBOOK: https://www.facebook.com/COWBOYSQUASH 
INSTAGRAM: http://instagram.com/robson.grespan

***

 1) Melhor Ale produzida no Brasil
Júpiter APA.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Tupiniquim Extra Fancy IPA.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Não sou muito fã de Weiss; gostei bastante da Karavelle Weiss e da Thai Weiss da Barco.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Existem boas cervejas Lager produzidas no Brasil, porém degustei a Electra Vienna Lager e gostei muito.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil.
As que eu costumo tomar com frequência são a Tripel Karmeliet e a Sorachi Ace da Brooklyn.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Samuel Adams Boston Lager.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Belgian Strong Ale, IPA e Saison.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Brooklyn Lager e IPA.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Costumo degustar com frequência Tripel Karmeliet, Brooklyn e Júpiter APA.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional.
Costumo frequentar alguns, sempre encontro amigos para conversar e sou bem tratado: Empório Alto dos Pinheiros, Delirium, Karavelle Brewpub, Aconchego Carioca e o Mr. Beer Campinas.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Foi este ano em minha viagem à Belgica, na St. Feuillien, com um grupo de amigos cervejeiros. Isso não tem preço !!!

9) Melhor cerveja caseira
Pra mim continua a Cafuza e admiro muito o trabalho de todos os caseiros que cada vez mais vêm crescendo com ótimas cervejas. Sempre que tenho oportunidade eu degusto !!!!

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil.
Tive o prazer em degustar na aula de mestre em estilos do Instituto da Cerveja a Firestone Walker Double DBA. Que bela cerveja !!!

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Tem vários sites e blogs hoje falando de cervejas especiais; os que eu mais costumo ler são: Edu Recomenda, All Beers.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Eu gosto muito da Suméria Olivia Ipalito, Delirium e Wäls Session. São rótulos que atraem o consumidor leigo e, ao degustar, ele não se assusta com estilo.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Eu gosto muito das Belgian Strong Dark Ales com Gorgonzola.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
A Wäls ganhar medalhas na World Beer Cup e ter uma nova cervejaria nos Estados Unidos.

16) Melhor fato cervejeiro
Saber que o varejo vem apostando em cervejas especiais em suas gôndolas com outra visão. O trabalho formiguinha é super importante para que tenhamos boas cervejas com preço bacana  nas gôndolas.

17) Pior fato cervejeiro
As redes sociais são uma ferramenta importante para divulgar a cultura cervejeira, agora fico triste em ver muito mimimi de pessoas querendo encontrar defeito em tal cerveja sem ao menos saber do que estão falando.

18) Previsão cervejeira para 2015
Aumento de vendas nas cervejas especiais nos pontos de vendas nas redes de supermercados sem afetar o espaço das grandes cervejarias. Com o trabalho formiguinha tenho certeza que até o final de 2015 vamos ter boas cervejas com custo benefício.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
São aquelas cervejas produzidas quase de forma caseira ou em microcervejarias, mesmo utilizando equipamentos modernos, com cuidados na matéria prima e na produção.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
No meu ponto de vista são todos que estão envolvidos 100% em fazer boas cervejas e os que ajudam disseminar a cultura cervejeira, como jornalistas, blogueiros, o Instituto da Cerveja, empórios, lojas, escolas cervejeiras, pubs etc.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
O mercado das artesanais vem crescendo em ritmo acelerado. No meu ponto de vista, os pequenos fabricantes, por mais difícil que seja, têm que investir em ações promocionais nos pontos de vendas. Ou seja, colocar gargalheiras com características e estilos para leigos, elaborar rótulos com fácil explicação e investir em kits. O leigo fica perdido no ponto de venda e acaba levando pelo rotulo – muitas vezes algo de um estilo que ele não gosta, o que faz com que acabe saindo com  imagem negativa da cerveja.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
No meu caso sim, trabalhei 18 anos em uma grande rede do varejo e ajudei desenvolver a categoria de cervejas especiais nas lojas. Hoje, estou em um novo desafio fazendo o mesmo na Multifoods – Polialimentos, atuando nas demais redes de supermercados.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s