James Jimenez

JamesJimenez

NOME:  James Jimenez
IDADE: 38
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE:  Joinville- Santa Catarina
FORMAÇÃO:  Administração pública, fiscal do Procon
ATUAÇÃO NA CERVEJA:  Cervejeiro caseiro, técnico cervejeiro Senai/Vassouras (extensão em Joinville) e proprietário da Maruim Cerveja Artesanal
BLOG/SITE:  https://cervejamaruim.wordpress.com/ 
TWITTER: não informou
FACEBOOK: https://www.facebook.com/pages/Maruim-Cerveja-Artesanal/185893714847259 e       https://www.facebook.com/haymilhosoycontra
INSTAGRAM:  não informou.

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Não votou.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Dom Haus – Dom Casmurro, bebemos fresquíssima por aqui.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Eisenbahn Weizenbock, muito bem feita, ótimo custo benefício.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Bierland Vienna continua imbatível.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Founders Breakfast Stout.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Ayinger Celebrator Doppelbock.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Pils.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Heineken Lager.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Pilsner Urquell.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Vou puxar a brasa para Joinville, e em questão de comidas/chopes é o Mais Bier, com 10 torneiras e 4 pratos que mudam semanalmente.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Café Abseits, Bamberg, uma Herren Pils.

9) Melhor cerveja caseira
Modéstia à parte, Maruim American Brown Ale, vencedora do Desafio Special W da Agrária/Weyermann 2014.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Herren Pils Keesmann, pelo estilo, frescor, sutileza, seria uma ótima opção ao nosso calor.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Brejas.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Todos os rótulos do Brew Pub Stannis de Jaraguá do Sul, Santa Catarina.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Churrasco com qualquer boa cerveja.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC), sem dúvida.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
Novas cervejarias de caseiros amigos surgindo em grande estilo, como a Cervejaria Itajahy, do Alexandre Mello, com as belas APA e Porter; Bastards, dos sócios Chico e Richard, com sua deliciosa Witbier com capim limão; Dom Haus, com sua IPA do Felipe Mazon; Cervejaria Karsten, com sua Pilsen do Sid Karsten. Todos cervejeiros caseiros desse belo movimento que, com muita dedicação e empenho, estão dando o seu melhor. Parabéns.

16) Melhor fato cervejeiro
Congresso Técnico dos Cervejeiros Caseiros da AcervA-SC, que fez um evento espetacular e trouxe nada menos que John Palmer, Stan Hieronymous, Brad Smith e Kátia Jorge para participar de dois dias de perguntas, palestras e convívio direto com os caseiros e suas muitas dúvidas e curiosidades.

17) Pior fato cervejeiro
Os aproveitadores do momento somente querendo lucrar em cima de consumidores por toda parte.

 18) Previsão cervejeira para 2015
Continuar o crescimento das micros com produtos de qualidade e variedade de aromas e sabores com a criatividade brasileira.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
É a volta ao essencial, na medida certa, ao gostoso, saudável e prazeroso.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Talvez não uma pessoa, mas pelo que lemos diariamente, todos os proprietários de micro e médias cervejarias, associações como Abracerva, Procerva, as AcervAs Estaduais, blogueiros e formadores de opinião como o próprio Roberto Fonseca.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Este ano, por motivo de premiação de um concurso cervejeiro, o Desafio Special W Agrária/Weyermann, visitei a Brau Beviale em Nuremberg, maior feira de bebidas do mundo. Lá, pude ver novidades em primeira mão, entre maltes, lúpulos e leveduras, e também equipamentos desde caseiros à grande indústria, como engarrafadoras, food-bier-trucks, e toda a cadeia que engloba as novidades mundiais no fabrico do líquido adorado. Também conheci pessoas referências do meio, tanto mundiais como brasileiros, que talvez não tivesse oportunidade por aqui. Acho que todo profissional, caseiro ou interessado no meio deveria visitar essa feira e trocar experiências, sem falar na visita incluída no roteiro, a Bavarian Party na fábrica da Weyermann, que comemorou seus 135 anos em 2014, espetacular. Seja onde for a feira, no Brasil e no mundo, é importante essa interatividade e conhecimento, não deixem de investir em viagens.

 22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Com muito amor ao que se está fazendo, seriedade, paciência e profissionalismo, pode ser possível sim.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s