Gil Lebre Abbade Franco

GilLebreAbbadeFranco

NOME: Gil Lebre Abbade Franco
IDADE: 31
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Niterói (RJ)
FORMAÇÃO: Despachante documentalista no âmbito farmacêutico
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Responsável pelo blog A Perua da Cerveja e pelo Beer Foot Lovers
BLOG/SITE: http://aperuadacerveja.blogspot.com.br
TWITTER: não informou
FACEBOOK: http://facebook.com/aperuadacerveja e http://facebook.com/beerfootlovers
INSTAGRAM: http://instagram.com/aperuadacerveja e http://instagram.com/beerfootlovers

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Morada Cia Etílica Hop Arabica. É magistral a combinação de uma cerveja clara e bem lupulada com as notas de grãos de café – diferente do torrado, comum nas cervejas pretas.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Bodebrown Montfort Rye IPA. Provei a cerveja no IPA Day e Mondial de la Bière realizados em 2014. É uma receita equilibrada e com alta drinkability, perfeita para ser consumida em quantidade.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Bamberg St. Michael. É uma Weizenbock que vai além do que o estilo pede e traz tímidas semelhanças com Sour Ales. A versão servida na festa da Bamberg – em temperatura ambiente e sem gás – estava sensacional.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Morada Cia Etílica Double Vienna Lager. É uma cerveja muito atraente, desde o ambigrama do rótulo à releitura do estilo. Ela ainda serve como base para a obra-prima da Morada, a Double Vienna Brut, primeira champenoise que tem uma Lager como base.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Duvel. Seja a versão “normal” ou a edição Tripel Hop, é uma cerveja que não canso de beber. A queda no seu preço favoreceu ainda mais o consumo.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Ayinger Celebrator. Essa clássica alemã já virou minha Doppelbock preferida vendida no Brasil.

 5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
American IPA.  Em 2014 quase todas as cervejarias nacionais produziram esse estilo, além de ter sido um dos mais importados. O estilo também ganhou muito com o copo IPA Glass, que faz toda a diferença na hora de degustar.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Therezópolis Jade. A garrafa de 600 ml custa menos de 10 reais nos pontos de venda, e se considerarmos que se trata de um estilo cada vez mais popular, a Jade é uma American IPA fiel ao estilo e bem honesta.

 7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Mula IPA. As idas constantes à Cervejaria Nacional, durante os cursos que fiz em São Paulo, tornaram obrigatório o consumo de pints e mais pints dessa cerveja, que na torneira ganha muito quando comparada à versão engarrafada.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Cateto. Aconchegante e com trilha sonora original – existe algum outro bar onde você ouve dixieland? Apresenta carta eficiente e seleção dos melhores embutidos, acepipes e queijos disponíveis, fornecidos pela A Queijaria, loja especializada em queijos artesanais.

 8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Botto Bar. A alta variedade e constante rotatividade dos chopes torna essencial a devida assepsia das torneiras. O Leonardo Botto é muito cuidadoso quanto a isso, portanto os chopes são sempre muito bem servidos.

 9) Melhor cerveja caseira
Nóbrega Maria Fumaça. Essa Rauchbier feita pelo Leandro Sphaier é para deixar feliz qualquer fã da Schlenkerla.

 10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Kross 5. Bebi a cerveja esse ano no Chile e o que me chamou atenção foi o preço acessível e sua leve complexidade. Com a aquisição de parte da sociedade da Kross pela vinícola Concha y Toro, é possível sonhar que no futuro ela venha para o Brasil.

 11) Melhor blog ou site cervejeiro
O Cru e o Maltado é uma fonte de aprendizado e inspiração para o meu blog. O autor Alexandre Marcussi é uma sumidade no assunto cerveja, tanto pelo conhecimento sobre sua história e cultura, quanto pelas ricas análises sensoriais.

 12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Adorei o desenho criado pelo Leonardo Garbin para a ReinheitsgeWHAT?, German IPA colaborativa feita entre as cervejarias Abadessa e Seasons.

 13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
É infalível combinar queijo gorgonzola com uma Schwarzbier, chocolate Lindt de flor de sal com uma Black IPA ou ostras com uma Lambic.

 14) Melhor evento cervejeiro nacional
Mondial de la Bière. A segunda edição do festival internacional serviu para consagrar e finca-lo de vez no calendário de eventos cervejeiros. Os erros do ano passado foram corrigidos e, com algumas ressalvas, foi um evento impecável.

 15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
1º Campeonato de Sommelier de Cervejas, promovido pelo Instituto da Cerveja Brasil e ABS-SP. O evento foi muito bem executado e contou com um júri de primeira linha. Foi muito prazeroso concorrer e conseguir um honroso 19º lugar. Já estou ansioso pela 2ª edição.

 16) Melhor fato cervejeiro
As medalhas da Wäls na World Beer Cup. O Brasil ganhou projeção no meio cervejeiro internacional com a inédita medalha de ouro conquistada pela cervejaria no maior concurso do mundo. O marco chamou tamanha atenção e foi notícia até na grande mídia.

 17) Pior fato cervejeiro
Belgian Beer Weekend. A enxurrada de críticas deixou uma sensação de vergonha alheia pela forma como foi organizado o festival.

 18) Previsão cervejeira para 2015
Que as cervejarias inovem mais em novas técnicas de produção e que continuem investindo no uso de ingredientes nacionais, a fim de, aos poucos, formarem um estilo brasileiro de cerveja.

 19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Tendo a achar que é aquele produto feito com paixão, de forma manual ou mecânica, mas que contenha a alma do produtor.

 20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
O sommelier de cervejas Gustavo Renha. Acompanho seu trabalho há algum tempo e sua maior conquista esse ano foi o programa Rock n’ Beer, da Rádio Cidade, que consegue disseminar a cultura cervejeira para um público leigo.

 21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Recentemente ministrei um treinamento para garçons. Percebi que é importante investir nesse serviço, que custa até pouco financeiramente se for verificado o retorno que traz. O que diferencia determinado estabelecimento de outro é o treinamento pela qual a equipe passou.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Pelos exemplos dos amigos, sim, é possível. Mas é um trabalho que exige a mesma dedicação como qualquer outra profissão, onde muitos ainda têm a falsa ideia que trabalhar com cerveja signifique ficar bêbado todos os dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s