Aloisio Xerfan

AloisioXerfan

NOME: Aloisio Farah Xerfan
IDADE: 36
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: São Paulo (SP)
FORMAÇÃO: Mestrado no MIT
ATUAÇÃO NA CERVEJA: sócio da Cervejaria Blondine Brasil e da Blondine Brewery Intl. Corp. USA
BLOG/SITE: http://www.blondine.com.br
T
WITTER: não informou
FACEBOOK: https://www.facebook.com/cervejariablondine
I
NSTAGRAM: http://instagram.com/cervejariablondine

***

1) Melhor ale produzida no Brasil
Não votou.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Júpiter IPA.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Bad Moose Weiss.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Wäls Bohemia Pilsen.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Fuller’s Vintage Ale.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Pilsner Urquell.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
IPA, devido ao lançamento de 22/12 da Bad Moose IPA (fórmula de Victor Marinho).

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Bad Moose Weiss.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no brasil
Trimiliqui (Blondine + Urbana), exclusivo Delirium Café.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Empório Alto dos Pinheiros.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Pizzaria Speranza Moema.

9) Melhor cerveja caseira
Marlos Monçores, contratado pela Blondine devido a ser o mais premiado. Iremos lançar em 2015.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
3Floyds.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Cerveja na Mesa.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Jackpot e Bad Moose.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Uma Dortmunder/Export com bruschettas de cogumelos.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Slow Brew e Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
Abertura da fábrica nova da Blondine em Itupeva, lançando uma produção de altíssima qualidade no mercado e produção da Mikkeller na América Latina, sendo na Blondine.

16) Melhor fato cervejeiro
Primeira Mikkeller da América Latina ser produzida na Blondine.

17) Pior fato cervejeiro
Aumento dos impostos sendo anunciado como “ganho para o setor” e não como ganho para alguns. Isso irá prejudicar o setor. Prejudicou 95% das microcervejarias e beneficiou 5% que foram para Brasília “defender” o setor. Pura palhaçada e dar uma de “esperto”!

18) Previsão cervejeira para 2015
Melhora geral da qualidade dos produtos do mercado, porém aumento de preços devido ao impacto do dólar e impacto dos impostos.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Cerveja artesanal é uma combinação de paixão, tempo de processo ideal sem correria, ingredientes de altíssima qualidade, profissionais preocupados com o produto final e serviço equiparado. Lucro? Está em segundo plano.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Aloisio Xerfan. Com a abertura da fábrica da Blondine, houve uma disponibilidade no mercado de rótulos ate então limitados, como Urbana, Júpiter, Cervejaria Nacional, Bad Moose, Jackpot, lançamento da linha super especial da Blondine e, para 2015, o lançamento, via Blondine, dos cervejeiros caseiros premiados em concursos. Além de tudo isso, a conquista da produção da primeira Mikkeller da América Latina no Brasil. Em 2015 me aguardem que tem mais…. Projetos já super fechados que vão sacudir o mercado.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Creio que cerveja artesanal, especificamente no Brasil, seria equiparada a um triathlon. Sempre uma correria cobrindo os espaços. No momento do mercado no Brasil, falta capacidade produtiva, insumos, profissionais capacitados, equilíbrio entre despesas e receitas, ou seja, todo dia uma grande ginástica para fazer as coisas acontecerem, no final o prazer do negocio realizado vale a pena.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no brasil?
Depende do ramo de atuação: as indústrias hoje estão segurando o maior custo do negócio, se repassarem o aquecimento derrete e para, se colocarem produtos de altíssimo valor agregado no mercado, não terá volume porque os consumidores não estão neste ponto ainda. Então a solução é bancar a operação e subir lentamente o valor agregado dos produtos através de novos estilos, de acordo com a maturidade do consumidor.

Indústria: eu diria que a indústria não. Todas as indústrias de destaque, no caso Colorado, Wäls, Blondine, Bamberg, Dama, têm um outro negócio que sustenta elas (Nota do blog: após a publicação do voto, a Cervejaria Bamberg informou que “a Bamberg se sustenta 100% com a Bamberg” e não com outros negócios).

Matérias primas: Sim e cada vez mais, devido ao aumento da demanda.

Profissionais liberais: sim e cada vez mais, devido ao aumento da demanda.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s