Marcos Odebrecht Júnior

MarcosOdebrechtJr

NOME: Marcos Odebrecht Júnior
IDADE: 33
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Joaçaba, SC.
FORMAÇÃO: Engenheiro de telecomunicações
ATUAÇÃO NA CERVEJA: cervejeiro (Siebel/Doemens WBA). cervejeiro caseiro, juiz BJCP de cerveja e hidromel, voluntário da ACervA Catarinense e docente na Escola Superior de Cerveja e Malte. Diversos projetos cervejeiros em andamento que devem “decolar” em 2015.
BLOG/SITE: não possui
TWITTER: não possui
FACEBOOK: http://www.facebook.com/marcosodejr
INSTAGRAM: não possui

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Hop Arabica da Morada Cia Etílica.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Seasons Green Cow.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Posso puxar pro meu lado? Fiz um teste interessante em casa, produzi uma “Dubbel-Weiss”. A ideia era ter as principais características dos dois estilos e o resultado surpreendeu. Mais alcoólica que a Weiss, mas não tão alcoólica quanto uma Dubbel, com muitos ésteres e fenólico destacado. Final seco e com aquele drinkabillity e o colarinho das Ales belgas. A fermentação foi um teste interessante, metade do extrato fermentando por levedura de Weiss e da metade em diante por esta mais uma levedura belga. Para testar o conceito sem precisar fazer a cerveja, basta misturar uma Dubbel e uma Weiss em diferentes proporções pra ver como fica.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Dama München da Dama Bier.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Lindemans Faro.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Bernard Dark Lager da Bernard.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Weiss.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Aqui na região do meio-oeste catarinense as cervejas da Bierbaum possuem uma boa relação custo x qualidade. Em particular gosto muito da Dunkel.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Hofbräuhaus Oktoberfestbier.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Vou ter de mencionar o local mais próximo, que frequento com mais regularidade e que, apesar do nome, possui muita cerveja (280 rótulos e 7 bicas): Intervinhos em Joaçaba, SC.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Infelizmente muitos locais ainda pecam bastante neste aspecto, mesmo com coisas simples como limpeza de linhas/equipamentos e temperatura da bebida (isto sem entrar no mérito dos copos, atendimento e demais aspectos).

9) Melhor cerveja caseira
Neste ano tive a honra de poder tomar muita cerveja caseira boa na final IX Concurso Nacional das ACervAs, no I Concurso Sul Brasileiro, além do III Concurso Estadual da ACervA Catarinense e é muito difícil eleger uma, mas a Best of Show do Nacional estava sensacional (sem desmerecer as demais que também estavam muito boas).

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
As cervejas da Bells de Kalamazoo, (MI/EUA) me impressionam pela qualidade e simplicidade das receitas, muito bem executadas. Seria ótimo tê-las por aqui.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Zytophile, do Martyn Cornell, com informação confiável e sem a corriqueira propagação de lendas cervejeiras.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Petroleum é Nosso! da DUM, na edição das recompensas pelo baita projeto que eles estão desenvolvendo.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Salsicha, chucrute, purê de maçã e mostarda com Weissbier, um clássico.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Chegamos a um ponto onde não é mais possível participar de todos os eventos que gostaríamos e isto é ótimo, pois mostra que não faltam opções. O Encontro Nacional das ACervAs em Salvador estava excelente, parabéns à ACervA Baiana!

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
O anúncio do lançamento da Dr. Flavour, com kits de treinamento sensorial produzidos no Brasil. Aos poucos vamos nos tornando cada vez menos dependentes de fornecedores estrangeiros (por mais que os kits sejam produzidos com matéria-prima importada).

16) Melhor fato cervejeiro

O treinamento que o pessoal da Procerva do Paraná realizou com os fiscais do Ministério da Agricultura (Mapa) em outubro passado. Estes feras conseguiram juntar 35 fiscais durante uma semana de palestras, degustações, visitas e troca de experiências cervejeiras. Nada poderia ser melhor do que o corpo de técnicos responsáveis pela fiscalização do Mapa realmente entender de cerveja.

17) Pior fato cervejeiro
A não inclusão das cervejarias artesanais no regime de tributação Simples.

18) Previsão cervejeira para 2015
Muita cerveja boa e vários projetos importantes saindo do papel…

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Paixão, dedicação e suor.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
O Junka (André Junqueira, da Morada Cia. Etílica) com o Elton Massarollo (Mapa), que organizaram o treinamento com os fiscais do Mapa.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Trabalho duro e dedicação, sem atalhos ou truques, lição aprendida com a engenharia, em suma: “no pain, no gain”.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Certamente é possível, mas requer esforço, dedicação e profissionalismo, como em qualquer profissão, mas em especial em um mercado ainda pequeno, muito delicado e incerto. Vale também lembrar que leva tempo, muitas vezes anos para se atingir tal situação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s