Fabricio Santos

FabricioSantos

NOME: Fabricio Santos
IDADE: 36
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Ribeirão Preto (SP)
FORMAÇÃO: Administrador
ATUAÇÃO NA CERVEJA: blogueiro
BLOG/SITE: http://fullp.in/t-br
TWITTER: http://twitter.com/fullpintbr
FACEBOOK: http://facebook.com/fullpintbr
INSTAGRAM: http://instagram.com/fullpintbr

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Loucura de Baco, Barleywine colaborativa entre Tupiniquim, STP e Noturna.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Polimango DIPA, colaborativa entre Tupiniquim e Omnipollo que eu vi nascer.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
108, a reformulada e revigorada RIS da Invicta (nota do blog: voto intencional fora da categoria registrado, mas não entra na conta final)

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Big Bang Lager, da Evil Twin Brazil, Imperial India Pale Lager de 8%.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Horal Gueuze Mega Blend 2013 e Prairie Wine Barrel Noir.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Brooklyn Silver Anniversary.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Sour. E estou cada vez mais apaixonado pelas belgas e americanas. Lembrando que as brasileiras não deixam de figurar na minha lista de prediletas.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Imperial Stout e Imperial Porter por menos de r$ 15 a garrafa só na Tupiniquim. Sou fã incondicional da Porter, aliás. E não me restam dúvidas de que, num teste cego, todo mundo apostaria ser uma cerveja importada.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
O mais fresquinho possível, ou seja, fico com qualquer um ribeirão pretano.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
O que considero minha segunda casa – bar da Invicta.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Even More Jesus da Evil Twin no Biermarkt Vom Fass. Devo ter bebido uns 2 litros dele, junto com o Jeppe e com os amigos Pedro e Adolfo.

9) Melhor cerveja caseira
A que ajudei a eleger no Concurso Mestre Cervejeiro da Eisenbahn, a Belgian Blond Ale do Anderson Faller.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
Bourbon County Brand Stout da Goose Island. Ambev, para de inventar e traga as cervejas boas pro Brasil.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
Sigo a lista do ano passado: Bebendo Bem, All Beers, Goronah, Homini lupulo. E adiciono: Tripbeer, Lupulento e Viajante Cervejeiro.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Não é auto voto, é voto pra Yumi Shimada e pro Bruno Couto: Fullpintbr 4 anos Jacu 1000IBU. A zumbizada na mão ficou fora da curva de bom.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Valem 3? Comida japonesa com Sour, churrasco com Imperial Stout e frutos do mar com Saison.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Pelo conjunto da obra (e isso inclui o esforço dos expositores), Slow Brew Brasil.

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
O crescimento monstro de cervejas colaborativas com estrangeiros e o tanto de benefícios que isto trouxe principalmente para nós, consumidores. Adoro tomar uma IPA fresquinha com o expertise da Sixpoint ou uma Imperial Stout pesadíssima com a pegada da Evil Twin.

16) Melhor fato cervejeiro
A maestria com que foi conduzido pelo Instituto da Cerveja o Concurso Mestre Cervejeiro 2014. Desde sua elaboração, execução e divulgação, tudo impecável e com um profissionalismo digno de ser lembrado aqui.

17) Pior fato cervejeiro
A falta que faz aos importadores e fabricantes agências e mídias especializadas em cerveja. O tanto de informações erradas e truncadas que li este ano e usando o nome oficial do fabricante/importador doeu os olhos.

18) Previsão cervejeira para 2015
Além do crescimento do mercado interno que certamente se manterá, o público consumidor de cervejas está cada vez maior e mais exigente. Como diz meu pai: “Amarrem as calças se quiserem acompanhar a evolução”.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Cerveja artesanal é tudo aquilo relacionado à cerveja, ao coração e ao bolso. O último fator pode até ser excluído dependendo da situação, mas se excluir o coração…

 20) quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Quem consumiu cerveja brasileira. Quem produz, divulga, vende, distribui, etc sempre tem que fazer o seu papel, mas acho que o consumidor tem sido cada vez mais presente e mais fundamental para o crescimento cervejeiro.

21) que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Essa é mais velha que todos nós: seu cliente/consumidor é o seu maior bem. Trate-o como seu principal ativo.

22) é possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no brasil?
Pela minha experiência pessoal e amadora (não tenho empresa, CNPJ, nem nada do tipo) creio que é sim possível, desde que você respeite as premissas que o mercado impõe, que aliás são as mesmas de qualquer mercado. E leia novamente a resposta da pergunta 21.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s