Rubens Deeke

RubensDeeke

NOME: Rubens Roberto Deeke
IDADE: 39
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE: Blumenau (SC)
FORMAÇÃO: Sommelier de cerveja
ATUAÇÃO NA CERVEJA: Sommelier, comercial e marketing na Cervejaria Bierland (Blumenau, SC). Co-fundador da Bier Labs e organizador do Mochilão Cervejeiro (viagens temáticas pelo universo cervejeiro); cervejeiro caseiro.
BLOG/SITE: http://www.bierlabs.com.br
TWITTER: http://twitter.com/rdeeke
FACEBOOK: http://facebook.com/rdeeke
INSTAGRAM: http://instagram.com/rdeeke

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Seasons Holy Cow West Coast-Style IPA.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Tupiniquim Lost in Translation IPA Brett.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Greifenbier Badische Weisse.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Bierland Vienna.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Magic Hat #9 Pale Ale.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Del Ducato VIÆMILIA.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
India Pale Ale.

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
As cervejas da Bierland.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
Tupiniquim Saison de Caju.

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Hop’n Roll, em Curitiba (PR).

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Empório Alto dos Pinheiros, em São Paulo (SP).

9) Melhor cerveja caseira
Bruxa Pumpkin Ale, do Ronaldo Dutra Ferreira.

10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
The Kernel London Sour Raspberry.

11) Melhor blog ou site cervejeiro
All Beers.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Extraomnes Buskers Devochka.

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Maminha assada na brasa com Belgian-Style Dark Strong Ale.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
As experimentações de cervejas ácidas (Sours) utilizando frutas brasileiras.

16) Melhor fato cervejeiro
O anúncio de um novo formato de tributação, colocando todos no mesmo barco e acabando com o abismo que estimula o enfraquecimento e a desunião do setor. Para muitos pode parecer o pior dos fatos cervejeiros do ano, porém quero acreditar que a médio prazo este tenha sido apenas um “mal necessário” para que juntos conquistemos condições melhores para todos, adequadas ao tamanho e/ou ao estágio de cada cervejaria nacional.

17) Pior fato cervejeiro
Formação e manutenção de “panelinhas” de cervejeiros e cervejarias, alimentando intrigas e movimentos paralelos em um mercado ainda muito jovem, onde a união em prol de melhores condições de negócio para todos deveria ser a bandeira comum, respeitando as diferenças e a dinâmica comercial natural do mercado.

18) Previsão cervejeira para 2015
União das cervejarias na luta por melhores condições tributárias a partir do fortalecimento de uma organização de representatividade nacional, que possa apresentar propostas e pleitear mudanças amplas que beneficiem cervejarias de todos os tamanhos de maneira proporcional e competitiva, no intuito de fortalecer o setor e promover o desenvolvimento sustentável do mercado de cerveja artesanal no País.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Cervejas produzidas com qualidade, que provoquem a descoberta dos mais diversos estilos e experiências sensoriais, estimulando e envolvendo os consumidores em prol do movimento artesanal.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Jorge Gitzler.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Planejamento estratégico. A minha experiência anterior como gerente de projetos na área de TI me ensinou o imensurável valor de se ter um bom planejamento estratégico alicerçando as decisões e as operações de uma empresa. Ao contrário do que muitos podem acreditar, não importa o tamanho da cervejaria, o planejamento estratégico é uma ferramenta poderosa na construção de um negócio de sucesso.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Ainda está longe de ser um ramo tão bem remunerado quanto outros mais tradicionais, sendo muitas vezes incompatível com o tamanho do esforço que exige, mas já é possível sim, e à medida em que o mercado se desenvolve, acredito que será, cada vez mais, um setor bastante promissor para aqueles que se dedicarem com afinco ao seu ofício.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s