Gustavo Assoni

GustavoAssoni

NOME: Gustavo Villafranca Assoni
IDADE:
40
CIDADE E ESTADO EM QUE VIVE:
Caieiras (SP)
FORMAÇÃO:
Químico industrial, especialista em cervejas
ATUAÇÃO NA CERVEJA:
Indústria cervejeira (produção e qualidade). Gerente de processo e qualidade da cervejaria Guitt’s, responsável técnico pela produção das cervejas e chopes: Guitt’s, Zebu e Ravache.
BLOG/SITE: não informou
TWITTER: não informou
FACEBOOK: https://www.facebook.com/gustavo.assoni
INSTAGRAM:
não informou

***

1) Melhor Ale produzida no Brasil
Wäls Dubbel.

1a) Melhor IPA produzida no Brasil
Seasons Green Cow IPA.

1b) Melhor Weissbier produzida no Brasil
Baden Baden Weissbier.

2) Melhor Lager produzida no Brasil
Morada Double Vienna.

3) Melhor Ale estrangeira à venda no Brasil
Brewdog Punk IPA.

4) Melhor Lager estrangeira à venda no Brasil
Aecht Schlenkerla Rauchbier Urbock e Brooklyn Lager.

5) Qual estilo de cerveja você mais bebeu no ano?
Lager (dia a dia na cervejaria).

6) Qual cerveja tem a melhor relação custo x qualidade no mercado brasileiro?
Eisenbahn, Ravache, Heineken: são ótimas opções nacionais.

7) Melhor chope (nacional ou estrangeiro) à venda no Brasil
HB Hofbräu Helles Original, no dia da degustação estava perfeito!

8) Melhor bar/brewpub cervejeiro nacional
Delirium Café São Paulo.

8a) Em que local você tomou o chope mais bem tirado em 2014?
Delirium Café São Paulo.

9) Melhor cerveja caseira
Quadrúpede Mayer Bier safra 2013, Belgian Strong Dark Ale (Quadrupel), degustada em 2014. A safra 2014 esta em mãos para degustação em 2015.

 10) Melhor cerveja que ainda não chegou ao Brasil
O que estava faltando em definitivo eram a Sierra Nevada Pale Ale e Sierra Nevada Torpedo, apesar de promessas de importação constante para Janeiro de 2015. Vamos aguardar!

11) Melhor blog ou site cervejeiro
All Beers.

12) Melhor design de rótulo de cerveja, nacional, importada ou caseira
Gosto muito do design dos rótulos da Eisenbahn (nacional) e Fuller´s (importada).

13) Qual sua combinação favorita de cerveja e comida?
Cervejas e queijos continuam para mim uma combinação perfeita.

14) Melhor evento cervejeiro nacional
Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau (SC).

15) Qual foi a maior novidade cervejeira de 2014 (receita, cervejaria ou técnica)?
Dama Bier, com receita da American Lager.

16) Melhor fato cervejeiro
Mais agilidade no Ministério da Agricultura (Mapa) em SP; cervejas cada vez mais criativas e ousadas. Vale a pena citar também a onda de food trucks e beer trucks, ainda com muitas oportunidades. O mercado brasileiro de cervejas especiais cresce com muita responsabilidade.

17) Pior fato cervejeiro
Tributações para cervejas, e alguns eventos cervejeiros de baixa qualidade e feitos por aproveitadores que não conhecem o trabalho de cada cervejaria.

18) Previsão cervejeira para 2015
Sou muito otimista, mas acredito que 2015 não terá um aumento significativo de volume de cervejas em relação a 2014. O mercado sinaliza um aumento nos preços da cerveja no primeiro trimestre devido ao dólar e energia elétrica (principalmente). Cerveja Standard cresce bem pouco e cervejas especiais continuam crescimento responsável e significativo.

19) Para você, o que é cerveja artesanal?
Cerveja artesanal é fazer arte aliada à ciência, em volumes menores porém com todo cuidado e qualidade que demanda a fabricação de cerveja. É ter a possibilidade de inovar em estilos em menor escala e ter a ousadia em novos sabores e conceitos. Minha visão sobre cerveja artesanal é muito clara: muito importante para crescimento da cultura cervejeira de todas as formas, desde produção de estilos que uma cervejaria ou micro não terá condições de fazer (volume de vendas ou distribuição) e também desenvolvimentos de novas receitas, mistura de estilos ou até criação de outros. A cervejaria artesanal cresce e tem tudo para se desenvolver até em disponibilidade de pequenos equipamentos (automatizados), insumos especiais, enfim, rumo ao crescimento geral da categoria.

20) Quem foi a pessoa que mais trabalhou pela cerveja brasileira em 2014?
Pergunta muito difícil, conheço vários profissionais que trabalham muito para cerveja brasileira em geral. Meu voto é para o Sr. Gerhard Beutling, mestre cervejeiro e gerente industrial da Eisenbahn (Grupo Brasil Kirin). Ele sempre está ajudando e incentivando os mais novos do universo cervejeiro com toda sua bagagem e vasto conhecimento.

21) Que experiência própria, profissional ou pessoal, você acha que poderia ser aplicada à cerveja artesanal?
Minha dica e experiência seria aprofundar conhecimento no mercado cervejeiro, marketing, logística, design, área comercial. A cerveja artesanal tem grandes possibilidades de registro e possivelmente venda de sua pequena produção, e um conhecimento em outras áreas faz o cervejeiro artesanal sair na frente com seus produtos. Sempre se atualizar sobre processo de fabricação de cervejas e qualidade para que o produto mantenha as características desejadas.

22) É possível se sustentar trabalhando apenas com cerveja no Brasil?
Sim, sem duvida. São diversas possibilidades de trabalhos no setor: eventos de cerveja, área comercial, degustações profissionais, trabalhos em cervejarias, consultoria, palestras, sommelier profissional de cervejas, mestre em estilos de Cerveja – especialização, treinamento e especialização em off flavors –, trabalhos em beer trucks ou food trucks etc.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s